telefone48 3034.2009

Blog

DSC_0342

EDUCAÇÃO FINANCEIRA : Nunca é cedo demais para aprender!!

Escrito por Colégio CEB

Hoje em dia é muito comum o acesso das crianças e jovens ao dinheiro. Muitas recebem mesadas, outras recebem bonificações por suas notas nas provas na escola, e tem até algumas que recebem para ajudar nas tarefas em casa, como por exemplo arrumar sua cama. Mas enfim, seja qual a forma que o dinheiro chegue a mão da criança, é muito importante que desde muito cedo ela compreenda o valor e já saiba administrar seu dinheiro. Conforme vamos crescendo, de um jeito ou de outro, somos jogados para dentro de um sistema financeiro instável. A verdade é que, de uma hora pra outra, nos vemos obrigado a lidar com dinheiro, a entender como as coisas funcionam, a se inserir nesse universo, e na enorme maioria dos casos passamos a vida inteira entre acertos e infelizmente muitos erros, sofremos um bocado e chegamos no auge da vida adulta sem entender de fato como tudo isso opera, pensando o que fizemos de errado. É fato que nossa relação como dinheiro é um reflexo da cultura que estamos produzindo e vivendo, aprender desde cedo o valor e o peso do dinheiro no dia a dia, ensinará as crianças e jovens a lidarem melhor com os verdadeiros problemas: ansiedade, frustração de expectativa, tédio, enfim, mesmo nas primeiras fases da vida. É nessa hora que entra a educação financeira familiar que carregamos no inconsciente. Ela esclarece e direciona o modo de agir em qualquer idade. Determina o que vamos consumir, o preço, as possibilidades e o plano de ação. Todos esses rituais ficam marcados no inconsciente da criança. Os hábitos, os princípios e a educação recebida em casa serão o ponto forte na formação do pequeno consumidor. Educar é um processo longo, lento, incansável e de muito amor. Coloque planejamento, acompanhamento, comprometimento e, acima de tudo, objetivos claros e bem definidos quando o assunto for dinheiro. Isso vale para qualquer idade. Investir na educação financeira das crianças e jovens, com toda a certeza, é o melhor caminho para se construir uma geração de cidadãos brasileiros capazes de refletir criticamente sobre necessidades e desejos para consumir de forma consciente. A sustentabilidade pode ser inserida de forma singela na rotina diária. Basta ensinar as crianças a comprar o que precisam, na quantidade necessária, sem prejudicar o hoje e o amanhã. Vencer o desafio da sustentabilidade pelo caminho da educação financeira de crianças e adolescentes leva tempo e exige repetição e muito empenho. Temos que construir cidadãos emponderados financeiramente para a sustentabilidade e para o equilíbrio entre o consumo e o sonho.

ASSINATURA BLOG - GLAUCIA

Outros posts

0510

É possível viver sem!

Nossa sociedade é uma grande consumidora de produtos e serviços mas infelizmente os indivíduos realmente preocupados e...

Mais detalhes
DSC_0002

Como montar a lancheira do seu filho?

Já estamos no segundo semestre e as ideias de lanche se esgotaram, então fica a dúvida: o que colocar na lancheira do seu filho?...

Mais detalhes
cofre-dinheiro

CONSUMISMO INFANTIL

Nenhuma pessoa nasce consumista, o consumismo é típico da sociedade moderna e do crescimento da globalização. Não importa a...

Mais detalhes
DSC_0408

HABILIDADES SOCIOEMOCIONAIS E O IMPACTO NO FUTURO DE NOSSOS FILHOS.

Um estudo da Universidade norte-americana de Columbia aponta que para cada 1 dólar investido no desenvolvimento da inteligência...

Mais detalhes